Ação Social promove live sobre enfrentamento do trabalho infantil

CRIANÇA | Transmissão online contou com palestras de profissionais e declamação de poesia

A Secretaria de Assistência Social, através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) transmitiu, nesta sexta-feira (18), uma live nas redes sociais da Prefeitura de Jaqueira. A transmissão foi voltada para conscientizar os jaqueirenses sobre os malefícios do Trabalho Infantil, e ganhou o tema ‘Trabalho Infantil Diga Não, proteger a infância é nossa obrigação’ A programação reforçou o último dia 12 de junho, lembrado mundialmente para reforçar a temática.

Lúcia Barros, coordenadora do CREAS participou do encontro virtual, assim como o professor Paulo Tavares, que declamou poesia sobre o tema, assim como Lúcia Novacosque, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDCA), Ingrid Albuquerque, psicóloga do CREAS e Edna Santos, gestora da EREM Miguel Pellegrino.

O Trabalho Infantil também foi abordado por representantes do CREAS; o advogado José Guedson, e José Flávio, psicólogo. Outra convidada foi a psicóloga e vereadora de Jaqueira, Lelian Viana. O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e Conselho Tutelar também participaram da iniciativa.

Segundo o advogado José Guedson, a Constituição Federal do Brasil, proíbe qualquer trabalho a menores de 16 anos de idade, ser for à condição de menor aprendiz, é permitido a partir dos 14 anos. Mas, para isso, o ‘trabalho de conhecimento’ não deve influenciar no lazer do menor ou até mesmo nos estudos.

A psicóloga Lelian Viana lembrou que por muito tempo, o público infantil servia como apoio no trabalho canavieiro das famílias. Com o fechamento da maior parte das usinas da região da Mata Sul, a cultura mudou com a chegada da agricultura familiar. “Hoje, se entende que na nossa região não existe mais o trabalho infantil”, destacou ao lembrar a importância da atuação de uma rede de assistência. Lelian mencionou que o programa PETI, hoje, o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) vem ajudando a mudar a realidade.

Disque 100
A Secretaria de Assistência Social orienta que qualquer pessoa que tiver suspeita ou conhecimento de alguma criança ou adolescente que esteja em situação de trabalho infantil deve procurar o CREAS, ou denunciar pelo Disque 100. O serviço funciona diariamente, durante 24 horas, incluindo sábados, domingos e feriados. As denúncias podem ser anônimas e o sigilo das informações é garantido.

PESQUISAR